9 de novembro de 2008

Tudo que a gente precisava ....

Bom, nós estávamos preocupados sobre a nossa profissão. Afinal, professor no Brasil não é muito reconhecido. Entretanto, agora conseguimos um aliado excelente para nossa causa: a Rede Globo.


09/11/2008 - 11h54

Novela mostrará vida "infernal" de professor, informa Outro Canal

Publicidade

da Folha Online

A próxima novela das oito da Globo, "Caminho das Índias", de Glória Perez, abordará as dificuldades enfrentadas por professores --em especial nas escolas públicas-- através das personagens de Sílvia Buarque e Deborah Bloch, docentes infernizadas pelo personagem "bad boy" de Duda Nagle. A informação é da coluna Outro Canal, de Daniel Castro, na Folha deste domingo.

A íntegra da coluna Outro Canal está disponível para assinantes do UOL e do jornal.

"Há tempos venho conversando com professores na internet. Discutimos os problemas que eles vivem hoje nas salas de aula, enfrentando o desrespeito dos alunos, que atendem celulares, escutam MP3, papeiam livremente durante as aulas, indiferentes aos esforços do professor para se fazer ouvido", afirma Glória Perez. "Isso quando a coisa não degringola em agressões, que vão parar no noticiário policial."

Dentre os relatos de professores recebidos pela autora nos últimos meses, um dos mais impressionantes era de um homem que dizia ter recebido uma gravata (golpe em que a vítima fica imobilizada) de um aluno, enquanto os demais passavam as mãos em suas nádegas. Ele teve um colapso nervoso e mudou de profissão.

Perez irá ainda comparar o ensino no Brasil e na Índia.


O problema é que esta é a mesma Rede Globo que mostrou um estudante de faculdade, participante de Diretório Acadêmico, mulato, que processava injustamente o melhor professor da universidade por preconceito. E, é claro, todos os personagens da novela defendiam o professor (o que está certo, mas só um pouco esteriotipado).
Bom, espero que não façam merda com está novela.

Um comentário:

Mrock disse...

felipe, seus posts são mto chatos e politicos.