27 de janeiro de 2009

25 de janeiro de 2009

Mas a Clodo organizaria melhor ...

A crise econômica mundial também tem seus efeitos no Super Bowl, a grande decisão do título da NFL. Não há um impacto direto no evento em si - como acontece a cada edição, todos os ingressos para a partida estão vendidos, os hotéis têm sua lotação esgotada, centenas de jornalistas estão credenciados e a festa de torcedores de Pittsburgh e Arizona pelas ruas da cidade de Tampa vai ser grande. A diferença será sentida em aspectos mais sutis.
A organização do Super Bowl investiu US$ 8 milhões em eventos paralelos para promover o jogo no ano passado. Este ano, serão "apenas" US$ 7 milhões. Com isso, algumas festas foram canceladas e outras tiveram seu tamanho reduzido em relação ao plano original. Além disso, alguns veículos de imprensa, por contenção de despesas, estão mandando menos gente para a cobertura in loco do duelo entre Cardinals e Steelers.
A PriceWaterhouseCoopers, uma das maiores empresas de auditoria do mundo, prevê que o impacto da crise econômica do Super Bowl vai resultar em uma quantidade menor de turistas e jornalistas, um período menor de permanência dos visitantes nos hotéis e uma média de gastos diária inferior ao registrado em outras edições. "Ninguém está imune à crise, nem a NFL, nem o comitê organizador do Super Bowl", disse Reid Sigmon, um dos responsáveis pelo evento.
Os patrocinadores oficiais da NFL também tiraram o pé e estão reduzindo as promoções e bancando as viagens de uma quantidade menor de clientes e funcionários a Tampa. Pacotes para patrocinadores com mil ingressos foram oferecidos a US$ 500 por cabeça, cerca de US$ 300 a menos do que o valor original.
Um dos ícones do Super Bowl, no entanto, não deverá sofrer alterações. Embora anunciantes tradicionais dos intervalos da finalíssima da NFL como General Motors e FedEx tenham desistido de colocar seus anúncios no jogo deste ano, a NBC - detentora dos direitos de transmissão para TV aberta nos Estados Unidos - afirma ter comercializado 90% dos espaços disponíveis. O preço de cada inserção de 30 segundos gira em torno de US$ 3 milhões, um recorde histórico. Mais de 120 milhões de telespectadores devem acompanhar o jogo ao vivo pela televisão em território norte-americano.

Corrida de submarinos



Sente o drama...

24 de janeiro de 2009

Só faltou o do Serpentário (vide posts abaixo)

Eu sou Aquário...

A escolha certa para o seu futuro

Idéias para um mundo melhor

Ciência exata

Como medir a quilometragem de uma mulher

Descobrimos que uma boa trepada dura em média 7min. O cálculo médio de uma trepada é de 60 penetrações/minuto, o que consiste em 420 penetrações.
Supondo que o pênis tem em média 15 cm, significa q a mulher recebe 6.300 cm de pênis, ou seja, 63 metros de rola a cada relação. Geralmente as mulheres trepam 3 vezes por semana, e, como o ano tem 52 semanas, então trepam 156 vezes por ano.
Isto quer dizer que a mulher recebe 9.828 metros de pênis por ano, equivalente a quase 10 Km de pica/ano.
Sugiro que repasse essas informações às suas amigas, que resistirão a argumentação tão singela, caso tenham alcançado a quilometragem padrão !! A 10 Km por ano, uma garota de 25 anos, que tem sua vida sexual iniciada, em média aos 17 anos, já rodou 80 Km!!!.
Portanto agora, podemos apresentar nossas amigas ou namoradas da seguinte maneira:
O amigo, esta é a Márcia. Ela trabalha num banco, tem 27 anos, mas está novinha !! Só rodou 55Km !!! Ela tem uma quilometragem de uma menina de 22/23 anos !!! Está muito bem conservada. É como se fosse ano 72, modelo 77!!!

Estação de Liverpool, 11 da manhã....

19 de janeiro de 2009

17 de janeiro de 2009

Encontrei Jesus!

É com muito prazer que largo esta vida descrente, pois encontrei Jesus. Aliás, ele estava atrás do abajur.

Encontre vc tb!

Um efusivo abraço celestial do Tcheco!

Olimpíadas Sexuais






Eis uma bela competição.... O treinamento que seria um tanto perigoso

Notícias do mundo

Jovens superdotados preferem ouvir metal, diz pesquisa

Entre as crianças superdotadas o estilo de som favorito é o metal, segundo uma pesquisa feita entre estudantes da Academia Nacional para Jovens de Talento do Reino Unido.Bandas como Slipknot e Slayer foram bastante citadas no estudo feito com os jovens mais geniais do país. Através da pesquisa foi possível perceber que letras voltadas para temas políticos e que envolvem dificuldades emocionais são as que mais agradam os participantes.Os coordenadores da pesquisa confessaram surpresa diante o resultado. Segundo o responsável pela pesquisa, Stuart Cadwallader, os dados recolhidos mostram que os jovens superdotados encontram no metal uma espécie de catarse. Esse estilo, considerado agressivo, serve para canalizar as decepções e insatisfações. "As pressões associadas à condição de superdotado talvez possam ser esquecidas temporariamente com ajuda desse tipo de música", finaliza Stuart.


Professora "estupra" aluno mais de 300 vezes (in "Ingrish")

A married South Shore teacher was living a disturbed double life for nearly two years, police said, allegedly seducing a 13-year-old boy, plying him with booze and having sex with him on kitchen floors and couches, sometimes right under the nose of her husband.

Christine A. McCallum, 29, who is on leave from her job at an Abington elementary school, was charged yesterday with seven counts of statutory rape for the serial liaisons in Rockland and Abington from February 2006, when she allegedly took the boy’s virginity, to November 2007.
McCallum, a waifish bespectacled blonde who tightly clutched her husband’s hand in court yesterday, declined comment.

But her alleged teenage conquest told police they had sex more than 300 times - almost “every other day” while he was 13, 14 and 15 years old. The boy told police they had sex for the first time Feb. 7, 2006, on a couch at McCallum’s Rockland home while her husband slept upstairs, according to a police report.

McCallum and the boy had unprotected sex in the shower, on the kitchen floor and the living room floor on a green shag rug that was seized yesterday as a result of a search warrant, court documents say.

McCallum’s lawyer, Frederick McDermott, said McCallum took in the boy and his younger brother, who were being raised by a single dad. She denies all the allegations.
“She tried to mother the child because she felt sorry for them,” he said.

McCallum weaved her way into the boy’s life in late 2005, prosecutors said, when she became a tutor for his younger brother, let them stay at her house, emptied their backpacks after school, fed them dinner and gave them rides.

But within months, prosecutors said, McCallum was plying the boy with cranberry and vodka drinks, Jell-o shots and rum, and sleeping with him in her house and his house.

McCallum ended the relationship in November 2007 in a fit of jealousy, after she found out he was using the cell phone she bought him to text other girls, police said. They had sex that night for the last time, police said.

“She was crying. She kissed him and told him she loved him. He told her he loved her,” according to a police report.

Plymouth prosecutor Michael Scott said McCallum was “obsessed” with the boy, writing the boy 10 love letters. “I would choose you over this job,” she wrote, Scott said. “I trust you that ‘this’ can work.”

In a MySpace [website] message, McCallum wrote that she struggled with her desires, Scott said. “It’s hard to be with you and set boundaries,” she allegedly wrote. “It’s hard to kiss you and tell you no.”

Police said the boy’s father contacted police Tuesday after a friend of the boy told his mother about the affair. The mother told the boy’s father.

Motorista morre atropelado pela carreta que dirigia em Minas Gerais

Um motorista morreu atropelado pela carreta que ele mesmo dirigia, na noite de quinta-feira (15), na BR-381, nas proximidades de Igarapé (MG).

Testemunhas disseram que o caminhão seguia em alta velocidade em um trecho de curvas. O caminhoneiro perdeu o controle da direção e foi arremessado para fora do veículo, que passou por cima dele. O motorista morreu na hora. A carreta parou depois de andar por cerca de 160 metros, sem o motorista.

O veículo transportava um produto inflamável e a pista teve que ser fechada no sentido São Paulo. Técnicos da Fundação Estadual de Meio Ambiente foram ao local e constataram que não houve danos à natureza.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o acidente provocou um congestionamento de 15 quilômetros.

Fontes aqui, aqui e aqui também

15 de janeiro de 2009

Sexo fica mais conservador em períodos de crise econômica, diz sociólogo

da EFE, em Madri

Os períodos de crise econômica fazem com que as pessoas fiquem "mais conservadoras" em seus comportamentos sexuais, segundo o professor de Sociologia da South Bank University de Londres, Jeffrey Weeks.

Autor de vários livros sobre a influência social na sexualidade, Weeks assegurou à Agência Efe que, diante da instabilidade financeira, as pessoas passam a ter posturas "mais fundamentalistas" em matéria sexual.

Já nos momentos em que a economia está forte, as pessoas se sentem mais relaxadas e abertas a comportamentos sexuais diferentes dos tradicionais e formas alternativas de convivência familiar, acrescentou.

O professor disse ainda que a falta de dinheiro não provoca "retrocessos" na abertura da mentalidade registrada nos últimos 30 anos.

Weeks acredita que a aceitação das diversas tendências sexuais está 'profundamente arraigada à vida cotidiana', e por isso a crise não vai gerar uma involução social.

Em sua opinião, as pessoas entendem agora novos modelos de família diferentes do casamento heterossexual defendido pela Igreja como a única união sexual legítima entre seres humanos.

Para o sociólogo, "o moralismo é o maior inimigo" de uma sexualidade saudável, na qual o importante não é o tipo de atos praticados, mas o respeito mútuo e de outras pessoas.

Weeks sustenta também que a concepção que temos da sexualidade é determinada pelas doutrinas religiosas e políticas, que marcam o correto ou incorreto em detrimento da liberdade de escolha.

14 de janeiro de 2009

Primeiro post 2009 (na metade do mês)

Universidade alemã oferece curso que ensina nerds a flertar

Curso é oferecido pela Universidade de Potsdam, na Alemanha.Alunos irão aprender a flertar ao escrever torpedos e e-mails.

Mesmo os nerds de computador com dificuldades de relacionamento podem aprender a flertar com sutileza. Essa é a proposta de um curso oferecido pela Universidade de Potsdam, na Alemanha, que pretende ensinar as pessoas tímidas e solitárias a flertar.

O curso, por sinal, já despertou interesse e tem 440 inscritos. Dentro do programa, os alunos matriculados irão aprender a flertar ao escrever mensagens de texto e e-mails e a impressionar as pessoas em festas, além de lidar com a rejeição.

"Nós queremos preparar os nossos alunos com as habilidades sociais necessárias para ter sucesso tanto na vida privada quanto na vida profissional", disse Hans-Joachim Allgaier, portavoz do instituto na Universidade de Potsdam, onde o curso está sendo oferecido.

O curso começou nesta segunda-feira e faz parte da área de tecnologia da informação da universidade alemã.

Fonte