23 de maio de 2008

Fudeu Vitão ...

Puta que pariu heim, a porra do governo norte-americano só nos fode .... agora vai nos tirar o melhor do "american way of life"


23/05/2008 - 10h23

FERNANDO MEXÍA da Efe, em Los Angeles

Califórnia quer taxar indústria pornográfica para reduzir déficit fiscal.


Os políticos da Califórnia buscaram remédios pouco ortodoxos para tentar reduzir o alto déficit fiscal do Estado norte-americano, valendo-se de medidas polêmicas como aumentar os impostos da indústria pornográfica ou hipotecar sua loteria.

A dívida da Califórnia, que supera os US$ 15 bilhões, obrigou os legisladores a usarem a imaginação para sanear uma economia fraca e que a principal medida para combater o problema foi um mero corte de gastos.

O primeiro a buscar remédio no vício foi o presidente do Comitê responsável pelas finanças do Estado, o democrata Charles Calderón, que propôs oxigenar os cofres californianos à custa dos lucros da indústria pornográfica.

A solução de Calderón era aumentar a carga tributária em até 25% na produção, distribuição, venda no varejo, downloads de internet e atuações ao vivo que estejam relacionadas com pornografia.

Parte do déficit do Estado, portanto, seria saneada pelos bolsos dos amantes do sexo, um mundo onde se gastam US$ 3 mil por segundo nos Estados Unidos, de acordo com os dados de Calderón.
A proposta esbarrou nos empresários do setor, que ameaçaram se mudar para o Estado vizinho de Nevada --o que retiraria US$ 3,5 bilhões da necessitada Califórnia e geraria uma crise sem precedentes para os habitantes de San Fernando Valley, onde se concentram as produtoras pornôs.

O legislador alegou que a medida contribuiria para acabar com o déficit. Não só pelo aumento da arrecadação estatal, mas também pela redução de custos sociais ligados a esta indústria, como o consumo de drogas ou doenças sexualmente transmissíveis.

Sua medida, no entanto, ficou em suspenso durante a última sessão do comitê que preside, já que os republicanos, os mais conservadores da "liberal" Califórnia, se opuseram categoricamente a qualquer lei que aumente os impostos.

Esta dura posição dos membros do Partido Republicano --assumida em sua última campanha eleitoral pelo governador do Estado, Arnold Schwarzenegger-- acabou com as opções de seu gabinete para acabar com a angústia orçamentária.


E agora, o que a gente faria sem a indústria pornográfica, ou se ficar ainda mais caro???

Um comentário:

Erik disse...

Continuaria baixando de graça

=D